quinta-feira, 27 de novembro de 2008

O Android vai destruir o iPhone???

O título deste post é uma mescla do título de um post do Maurício Moraes, do blog Na Linha do Google, da INFO e três pontos de interrogação, que eu coloquei. Isso porque eu pergunto: será mesmo? Abaixo transcrevo o referido post completo.

Steve Jobs é um cara teimoso. Ele revolucionou o mundo dos computadores pessoais ao criar o Macintosh, mas viu sua brilhante interface se popularizar por meio do Windows. Não é difícil perceber que o Android, do Google, vai fazer o mesmo estrago no iPhone.

O que deu errado nos anos 80 todo mundo sabe. A Apple apostou em um sistema fechado de computador e sistema operacional, enquanto Bill Gates desenvolveu por uma alternativa capaz de funcionar em qualquer PC – mesmo os mais tranqueiras. Foi uma segunda revolução, mais ampla e mais duradoura, que resultou na popularização dos micros em todo o planeta e fez a Microsoft deixar empresa de Jobs comendo poeira.


Quando o iPhone foi lançado, no ano passado, todo mundo ficou de queixo caído. E não é para menos. Com uma interface inédita e muito intuitiva, o aparelho deixou os outros celulares com cara de tijolões ultrapassados. As vendas estão em alta agora, mas, como eu disse, Jobs é teimoso. O que é o iPhone? Um celular fechado com um sistema também restrito. E o que é o Android? Um sistema que pode ser usado em qualquer smartphone. O Google de hoje é a Microsoft de duas décadas atrás.

O primeiro indício de que a Apple começa a perder terreno surgiu nesta terça-feira. A HTC, fabricante do primeiro celular com Android, o G1, revisou sua previsão inicial de aparelhos produzidos em 2008. Em vez de 600 mil, a empresa pretende despachar 1 milhão de unidades este ano. Para quem não se lembra, o modelo foi lançado há apenas um mês. No ano que vem, outras operadoras vão lançar vários celulares com Android. Quem salvará o iPhone?

Nenhum comentário: